Tipos de artigos

Autor: Ignacio-Aguaded– Tradução: Mirelle Freitas

As revistas indexadas de alto nível de visibilidade internacional e com alto impacto de seus trabalhos editam, preferencialmente, resultados de investigações sobre seus focus temáticos, que geralmente são especializados. Em algumas publicações periódicas, além disso, admitem-se outro tipo de trabalhos como informes, estudos e propostas, assim como revisões de literatura seletas (state-of-the-art articles). Em todo caso, os trabalhos devem ser sempre originais, não terem sido publicados em nenhum meio, nem estar em processo de publicação, sendo responsabilidade de seus autores, que firmam este compromisso.

  • As contribuições, com relação ao tipo, que geralmente aceitam as revistas científicas indexadas são: Investigações, ou seja, resultados de pesquisas de tipos de artigoscaráter quantitativo ou qualitativo, com a estrutura clássica dos textos científicos: Introdução (revisão de literatura), Material e Métodos (ou metodologia), Resultados, Discussão, Conclusões (considerações finais) e Referências.
  • Revisões, ou seja, um estado da arte exaustivo sobre um tema de investigação recente e atual no qual se valoriza primeiramente uma bibliografia seletiva que geralmente gira em torno de 100 obras. Normalmente são trabalhos realizados por investigadores chave na temática, que servem de fundamento para estudos posteriores.
  • Informes e Estudos, com uma escrita mais flexível em suas exposições já que não propriamente apresentam resultados de investigações empíricas; outrossim são análises reflexivas, estudos de conteúdo, compilação de dados…
  • Propostas. Esta seção é menos habitual, mas também tem cobertura em algumas revistas para recolher trabalhos mais abertos, centrados essencialmente em prospectivas, baseadas sempre em revisões amplas de literatura científica.
  • Experiências. Esta seção não é frequente em muitas revistas científicas e são más próprias das revistas com cunho de divulgação científica ou profissionais, nas quais são apresentadas descrições de “boas práticas”.

tipos de artigos2Além disso, muitas publicações contam também com seções temáticas, em que se organizam os textos. Então, há as revistas de temática livre, e outras contam com seção monográfica periódica, planejada previamente, com chamada pública de envio de artigos através dos populares “call for papers”, coordenadas por especialistas como edi­tores temáticos. Ademais, é habitual nestas publicações se contar com uma seção variada na qual são publicados textos com temas variados dentro da temática geral da publicação, para além do tema central pontual. Em todo caso, os critérios que este tipo de publicações têm presentes para a seleção dos trabalhos em todas as suas seções geralmente são sempre idênticos: a) Qualidade da literatura; b) Qualidade da análise; c) Importância do tema; d) Impacto do artigo; e) Avanço da área; f) Estilo; g) Equilíbrio.

Anúncios

Sobre Lilian Ribeiro

Lilian Vieira da Rocha Ribeiro (Universidade de Huelva/Espanha) Doutora em Comunicação (Educomunicação & Media literacy); Mestra em Linguística Aplicada (Univ. de Brasília-Brasil); Licenciada em Letras (Faculdade Castelo Branco); Coordenadora da equipe de tradução espanhol-português da Escola de Autores da Revista Comunicar.
Esse post foi publicado em Sin categoría. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s