Critérios de qualidade das publicações

Autor: Luis M Romero-Rodríguez – tradução: Mirelle S. Freitas

O conceito de “qualidade” provem do latim qualitas (perfeição), não é menos certo que a palavra tenha tomado um significado polissêmico e também subjetivo. Entretanto, no que se refere a publicações científicas, existem diversos indicadores e critérios que avaliam suas sus qualidades científicas. Entre os mais importantes estão:

Qualidade

Fonte: Revista Comunicar (Critérios de Qualidade)

  • Impacto e prestígio:Uma revista obtém a máxima pontuação neste critério quando se posiciona dentro dos índices de qualidade mais importantes para a comunidade científica (Journal Citation Reports y Scopus). Entretanto, existem outros certificados ou indexadores que avaliam um menor impacto, mas que se está em vias de obtê-lo, tal como o certificado de Excelência FECYT, ERIH+ ol Emerging Citation Source Index.
  • Visibilidade e acesso:A visibilidade se refere à facilidade de encontrar e ler um artígo publicado, enquanto o acesso se refere à  política de difusão da revista (acesso aberto, acesso restrito, acesso pago, etc.). Para aumentar a visibilidade, as revistas – como Comunicar – publicam em diversos idiomas, realizam um esforço no  SEO Acadêmico, publicam em diversos formatos de interoperabilidade (PDF, EPub, Isuu, HTML, XML), difundem a versão preprint dos artigos e são ativas nas redes sociais acadêmicas (eduResearchGate, Mendeley) e gerais (Facebook, Twitter, Youtube).
  • Pontualidade e seriedade: Talvez um dos pontos mais importantes das publicações científicas seja a pontualidade e o seu rigor nos tempos de revisão. As publicações científicas não são nadada sem os autores e revisores que confiam nelas, ergonão é anódino cumprir ao menos com um tempo prudente para emitir um informe sobre o artigo. Neste caso, a Revista Comunicar mantém um código de honra em avaliar um artigo em um prazo máximo de 100 dias e de 30 dias para emitir a estimativa ou destinação prévia do artigo (por não cumprimento de requisitos formais ou de linha temática).
  • Rigor do processo:Todos os processos das revistas científicas de qualidade devem ser auditáveis e transparentes. Neste sentido, as publicações devem contar com revisores científicos especialistas na temática de especialização e evitar a todo custo a endogamia.
  • Ética e compromisso: O Conselho Editorial de uma publicação, assim como seu Conselho Científico e seu Conselho de revisores devem compreender a importância de cuidar aspectos como os conflitos de interesses, a responsabilidade, a confidencialidade e a honestidade de seu trabalho, assumindo a objetividade e o rigor científico como norte.
  • Gestão editorial:A garantia no uso de sistemas auditáveis (como o Open Journal System, ScholarOne, etc.) é um ponto importante para que os autores podem seguir o processo editorial e efetuar mudanças nos envios.
  • Comunidade científica: A comunidade científica é a razão de ser de toda publicação. Os autores, revisores, leitores, simpatizantes, membros do Conselho Científico, dos Conselhos de Redação e do Conselho Editorial devem compor um grande ecossistema de especialistas e referentes do tema para que a revista se constitua em ponto de encontro do debate acadêmico.
  • Tecnologias emergentes:O uso estratégico das redes sociais e a contínua adaptação a novos indicadores (como AltMetrics), é necessário para que a revista se encontre atualizada.
  • Originalidade e progresso:Todos os manuscritos de uma publicação devem ser inéditos, originais e contribuir de alguma maneira com o progresso da ciência, disciplina ou área de conhecimento. Neste sentido é vital ter sistemas de controle de plágio (como CrossCheck, SimilarityCheck, Turnitin, etc.) e um conselho de revisores especialistas em cada uma das temáticas.
  • O autor como foco:O autor é o epicentro de todas as publicações científicas, pois as dota de conteúdo e oferece seus estudos para a difusão.

Na Revista Comunicar preparamos o seguinte vídeo explicativo sobre os critérios editoriais.

 

Anúncios

Sobre Lilian Ribeiro

Lilian Vieira da Rocha Ribeiro (Universidade de Huelva/Espanha) Doutoranda em Comunicação; Mestra em Linguística Aplicada (Univ. de Brasília-Brasil); Licenciada em Letras; Coordenadora do blog da Coedição em português da Revista Comunicar e da equipe de tradução espanhol-português da Escola de Autores.
Esse post foi publicado em Sin categoría. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s